A (IN)EFETIVIDADE DAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS NA GARANTIA DA SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL E SOCIOAMBIENTAL

Paulo Campanha Santana, Márcia Dieguez Leuzinger, Lorene Raquel de Souza

Resumo


Este trabalho tem como objetivo analisar a efetividade das Instituições Financeiras no processo de licenciamento ambiental, pois a Política Nacional do Meio Ambiente prevê que entidades e órgãos de financiamento concedam crédito para quem cumprir as normas ambientais pertinentes. Com isso, a problemática de pesquisa é saber se estas Instituições têm sido efetivas nos respectivos processos de licenciamento ambiental e na proteção do meio ambiente. Para tanto, fruto de uma pesquisa quantitativa, há o indicativo que elas têm sido efetivas, pois além do conjunto normativo existente para regular o tema, as que realizam operações de crédito têm exigido o cumprimento das imposições ambientais para sua concessão.


Palavras-chave


Proteção Ambiental; Sustentabilidade; Instituições Financeiras; Licenciamento Ambiental; Efetividade.

Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS

BANCO DO BRASIL (BB). Princípios do Equador, 2002. Disponível em: . Acesso em: 18 nov. 2018.

__________________. Protocolo de Intenções pela Responsabilidade Socioambiental, 2008. Disponível em: . Acesso em: 10 nov. 2018.

__________________. Análise de Desempenho 3T18. Disponível em: . Acesso em 18 nov. 18.

BANCO MUNDIAL. Licenciamento Ambiental de Empreendimentos Hidrelétricos no Brasil: Uma contribuição para o debate. v. II. Relatório Principal, 2008. Disponível em: < http://www.mme.gov.br/documents/36208/466532/Relat%C3%B3rio+Principal+%28PDF%29.pdf/b48c0a2c-2a8b-420b-c6b7-6c8df1ac3a33?version=1.0>. Acesso em: 12 abr. 2020.

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Meio Ambiente. Disponível: . Acesso em: 18 nov. 2018.

____________________. Plano Plurianual de Implementação da PRSA. BNDES 2018-2020. Disponível: . Acesso em: 18 nov. 2018.

BERCOVICI, Gilberto. Dilemas do estado federal brasileiro. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2004.

CÂMARA BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO (CBIC). I Encontro Nacional sobre Licenciamentos na Construção, 2014. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2020.

____________________. Guia de Orientação para Licenciamento Ambiental, 2015. Disponível em: . Acesso em: 19 nov. 2019.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA (CNI). Licenciamento Ambiental: propostas para aperfeiçoamento, 2014. Disponível em: . Acesso em 25 jul. 2018.

____________________. Licenciamento Ambiental: propostas para a modernização, 2018. Disponível em: < https://bucket-gw-cni-static-cms-si.s3.amazonaws.com/media/filer_public/ca/45/ca450c5d-2793-493a-95c1-dbb955411662/09_-_licenciamento_ambiental.pdf>. Acesso em: 27 set. 2018.

INSTITUTO ACENDE BRASIL. Licenciamento Ambiental: a busca da eficiência, 2011. Disponível em: . Acesso em: 3 abr. 2020.

____________________. A valorização do licenciamento ambiental: caminhos para o desenvolvimento e a proteção, 2018. Disponível em: . Acesso em 25 out. 2018.

OLIVEIRA, Fabrício Augusto de. Teorias da Federação e do Federalismo Fiscal: o caso brasileiro. Escola de Governo da Fundação João Pinheiro. Texto para discussão n. 43, 2007.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE (MMA). Carta de Princípios para o Desenvolvimento Sustentável, 1995. Disponível: . Acesso em 8 nov. 2018.

___________________. Protocolo de Intenções entre MMA e FEBRABAN, 2009. Disponível em: . Acesso em 17 nov. 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.25245/rdspp.v9i1.778

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


               Revista associada à Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC)

Associação Brasileira de Editores Científicos – ABEC


Revista Direitos Sociais e Políticas Públicas (UNIFAFIBE)

ISSN 2318-5732